15.7.09

Mobilidade, Tranquilidade, Liberdade, Salubridade!

Como alguns que me conhecem, alguns que já ouviram falar de mim, um dos raros moradores do centro da cidade que ainda, de vez em quando, do alto de alguns andares, do alto de ter nascido aqui e morar ainda aqui, vai deixando uns bitaites para alertar os adormecidos.

Mobilidade - gostaria de poder andar nos passeios, sem carros incomodativos, sem passeios estropiados e sem cagalhotos da cães tão bem educados como os respectivos donos.

Tranquilidade - gostaria de poder viver em plena zona pedonal de Cedofeita sem ser incomodado durante a noite pelos bandos que vão para a "noite". Gostaria de passar noites tranquilas sem os ruídos incómodos das máquinas ruidosas da SUMA, gostaria de não acordar com o barulho provocado pelos veículos que vêm despejar o "ecoponto" por volta das cinco da manhã. Gostaria de não ser incomodado pelas "palhaçadas" das praxes universitárias, dos vai-e-vem dos caloiros e outros cortejos. Como estamos no Verão, também
agradecia que as cáfilas que desfilam depois das "não-sei-quantas" fossem menos ruidosas, gostaria que durante o dia não houvesse automóveis estacionados diante das entradas para a dita "zona" - nem quero imaginar um incêndio ou de um acesso de veículos de socorro. Gostaria ver aplicada a dita lei contra o ruído nocturno. Gostaria não acordar matinalmente com energúmenos a jogar futebol ou a vomitarem perto de uma esquina.

Liberdade - gostaria de poder entrar e sair do prédio onde habito sem ter que encontrar um "molho de lata" diante da porta a qualquer hora do dia ou da noite. (numa sondagem pessoal constatei que a média de idade dos habitantes se situa muito acima dos 70 anos e que o acesso de médicos, INEM e outros profissionais da Saúde é superior a duas por ano). Gostaria de poder chegar ao meu domicílio sem encontrar gente em mau estado de saúde etílica ou mental. Gostaria de poder encontrar ao cair da noite aqueles morcegos, que há uns anos atrás, ainda vinham passear diante da minha janela. Gostaria de poder dormir com a janela aberta e de manhã ouvir aquele melro que vem passear por aqui perto.

Salubridade - gostaria de encontrar a rua suficientemente limpa quando de manhã lá ponho os pés. Gostaria de não encontrar pontas de cigarros na Travessa de Cedofeita, quando lá passo à tarde. Gostaria que, passando perto de certos contentores ou esquinas, não me subisse às narinas um odor a urina. Gostaria que alguns dos bueiros da minha rua não exalassem um fedor pútrido. Gostaria que as ruas fossem limpas durante o dia e não durante a noite.

Finalmente, gostaria que os candidatos à Junta de Freguesia, os candidatos às eleições municipais, os candidatos a candidatos de tudo e mais alguma coisa, etc, tomassem uma posição em relação contra a desertificação do centro desta cidade em que eu ainda habito mas que tanto me magoa.

1 comentário:

belinha disse...

:)Espero que a sua CM leia!
Por aqui eu gostava que parassem de contruir e que plantassem mais árvores;que trouxessem de volta o velho coreto que desmantelaram no jardim municipal; que mantivessem a praia limpa e cuidada todo o ano;que acabassem com o "Oásis" que o Santana Lopes cá deixou de presente e que não passa de uma vala infecta com ratos e vegetação esquisita;que se instalassem empresas no parque industrial e que esse emprego fosse prioritariamente para as pessoas do concelho,a ver se a cidade não desertifica de vez e o comércio se anima;que as pessoas que têm cães se soubessem comportar;que melhorassem a rede de autocarros na cidade-mais pequenos e mais frequentes; que os comboios para Coimbra deixassem de atrasar todos os dias;que voltasse o Festival Intrnacional de Cinema...e não me lembro de mais...
:)