22.2.16

Fotografia Universal

2016_046



Rua de Cedofeita, 93

O outro dia apercebi-me, pelas traseiras, que o antigo estúdio da Fotografia Universal também já tinha desaparecido. 

Coitado, não teve a mesma sorte que o estúdio do Carlos Relvas na Golegã!


4 comentários:

Fernando Ribeiro disse...

Caro Teo Dias,

Eu não sei desde quando é que conhece o estúdio Carlos Relvas, na Golegã. Antes de ter sido transformado no magnífico museu que é agora, o estúdio de Carlos Relvas esteve durante várias décadas seguidas completamente ao abandono, a apodrecer, a apodrecer, e com o seu valiosíssimo espólio, lá dentro, a degradar-se cada vez mais, e mais e mais. Dado o estado a que aquilo chegou, devem ter-se perdido milhares e milhares de chapas e de fotografias do grande Carlos Relvas, por pura incúria e criminoso desprezo. Pode o amigo dizer que, afinal de contas, ainda foi possível salvar alguma coisa. Pois sim, esta coisa pode parecer muita, mas não é. O que se passou com o atual Museu Carlos Relvas na Golegã não é exemplo para ninguém.

Um abraço

Teo Dias disse...


Caro Fernando Ribeiro,

Eu falava somente do espaço físico em si.

Também é verdade que só visitei há uns pares de anos a Golegã e vi o edifício "recuperado".

Estou de acordo consigo quando fala dos negativos e das provas perdidos, não só do Relvas mas de tantos outros.

A memória é importante. As imagens também fazem parte da nossa Memória e da nossa História recente.

Por vezes fico com a impressão que o nosso património fica pelas fachadas!

Mais uma vez agradeço as suas visitas ao blogue.

Abraço

blueocean disse...

Em Novembro de 2015 fui matar saudades à Rua de Cedofeita, onde vivi até aos 9 anos. Vivi precisamente no 3º andar do nº 93, por cima da fotografia Universal.Fiquei desolada com a destruição da entrada da loja, que era em madeira trabalhada, pintada de verde escuro. Não sei a que se deveu esta alteração, está horrível!Quanto ao espólio não faço ideia se foi salvo ou não. Possuo muitas fotografias tiradas pelo Sr Maurício Meneses Correia, no estúdio, que têm uma qualidade excepcional.

Não encontrei ainda nenhuma fotografia da fachada original. Se alguém tiver e não se importar de partilhar, por favor, ficarei muito reconhecida.

Alfredo Teófilo disse...

email teofilosou@gmail.com


CONHECI MUITO BEM ESSA FAMÍLIA COM 12 ANOS FOI LÁ QUE COMECEI A TRABALHAR, E QUE AO FIM DE UM ANO VIM EMBORA PELAS PARTIDAS QUE O SR MAURÍCIO ME FAZIA, TINHA DUAS FILHA,A MAIS VELHA TRABALHAVA NOS RETOQUES DOS NEGATIVOS E NAS FOTOS A ESPOSA COLORIA E TINHA MAIS DOIS FUNCIONÁRIOS NO LABORATÓRIO O SR. FERREIRA E O SR, AMARAL QUE ANOS DEPOIS ABRIU A FOTO AMARAL
EM OLIVEIRA DO DOURO V.N.GAIA- FOI LA QUE TIREI A MINHA FOTO DA COMUNHÃO SOLENE.
A FILHA MAIS NOVA ERA PATINADORA E TREINAVA NA SAUDOSA NAVE DO PALÁCIO DE CRISTAL,SE FOR VIVA TEM A MINHA IDADE 81 E CHAMA-SE DOMITILIA. AINDA ME RECORDO DO Nº DE TEL 22588