30.1.08

Rua Dr. RICARDO JORGE

R J

Fotografia publicada e localizada no Flickr


DR RICARDO DE ALMEIDA JORGE - (16 de Maio- 9 de Maio de 1858). Médico e director do Serviço Municipal de Higiene. Natural do Porto, onde se formara em 1879, na idade de vinte e um anos, tendo sido, no ano seguinte nomeado professor da Escola Médico-Cirúrgica do Porto. Em 1922 é nomeado pela Sociedade das Nações membro da comissão que vai ao Egipto examinar o estado sanitário dos portos do Levante. Seu pai, José Jorge, era mestre ferreiro com forja na actual rua dos Mártires da Liberdade.

Esta rua já teve os nomes de Travessa do Pinheiro e Travessa da Trindade. Curiosidade: por aqui já passou uma linha de eléctricos (sinceramente nunca descobri de onde vinham nem para onde iam).

Breve biografia de Ricardo de Almeida Jorge:
http://atelier.hannover2000.mct.pt/~pr499/brj.html


A biografia mais completa de Ricardo Jorge encontra-se aqui: http://insaporto.com.sapo.pt/por/introduc/personali.htm

Sobre a Higiéne e a Saúde Pública pode consultar:
http://www.ensp.unl.pt/lgraca/textos16.html


2 comentários:

Anónimo disse...

Olá Boa tarde,

Parabéns pelo Blogue!

Sou Trineto do Dr. Ricardo Jorge e li com muito interesse e emoção a sua descrição da (desconhecida para mim) Rua Dr. Ricardo Jorge no Porto! Aliás não sabia que o meu tetra avô tinha sido ferreiro! Achei muito curioso e fiquei orgulhoso das suas origens modestas!

Sabe mais coisas dos antepassados de Ricardo Jorge?

A minha familia gostava de doar algum do espólio do Dr. Ricardo Jorge para um museu que já tem (ao que julgamos saber) objectos que eram seus!

Sabe a que museu é que me estou a referir? Gostavamos que essas coisas fossem para o Porto já que era a sua cidade de origem!

Melhores cumprimentos

Deixo-lhe os meus contactos:

Luis de Magalhães Pereira
LMPTHEOX2@GMAIL.COM (em letra pequena)
91 307 50 44
96 166 86 45

Teo Dias disse...

Caro Luís,

Acho que talvez encontre mais algumas coisas sobre o seu antepassado nas "memórias da cidade" - que muitos não estão interessados em divulgar.

Talvez o aconselhe a procurar junto dos arquivos da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Também sei que esta possui um museu (que eu nunca visitei)- senão só resta a memória de algumas pessoas, pesquisa junto dos historiadores e dos alfarrabistas da cidade.

Quanto à doação de objectos a museus "particulares"... o que me diz a experiência é a prévia constituição de um protocolo com muitas alíneas.

Compreendo perfeitamente o seu interesse em encontrar dados sobre um antepassado. Eu mesmo, ainda continuo à procura de cartas e descrições de alguns dos meus parentes para ver se encontro algo sobre os meus bisavôs.

Devido à importância do seu comentário deixei os seus contactos completos.

Se desejar publicar dados relativos ao Dr. Ricardo Jorge neste blog, tem as portas abertas.

Abraço e sucesso na sua pesquisa.