12.3.14

Ordem Terceira do Carmo

2014_090


2014_092


2014_093



Houve, há cerca de um ano, notícias que as finanças da Ordem não andavam bem. 
Também houve pessoal da Ordem que começou a abandonar o barco porque não se pode viver sem receber salário.
Depois foram uns zunzuns que me chegaram a dizer que o Cemitério da Ordem em Agramonte estava em decadência.
Depois foi a D. Tininha que me disse que já não havia mais idosos nem vitalícios no edifício de Carlos Alberto.
O hospital tinha deixado de ter doentes, cirurgias e mesmo consultas.
A Ordem estava desordenada!
Já não é: "Salvé, salvé Ordem do Carmo". Agora é mais: "Já não é"!

Há dias, andava por aqueles lados e resolvi registar algumas imagens.

Procurei mais alguns dados na internet e apercebi-me que o próprio "site" já tinha desaparecido!

Má gestão? Como, quando e porquê?

E o que acontecerá ao património?

Aqui ficam as perguntas. As respostas talvez nunca as teremos.

Para quem desejar saber um pouco mais sobre a Venerável Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo pode consultar o livro de Júlio Couto sobre a Praça Carlos Alberto (ainda há semanas havia alguns exemplares disponíveis na livraria Vieira).



1 comentário:

Fátima Sousa disse...

minha tia Amélia da Conceição de Sousa foi uma das moradoras da Ordem, faleceu em 1978. Não cheguei a conhece-la, apenas por correspondência. Espero que esta venerável Ordem continue dando sua contribuição para aqueles que precisam de ajuda e companhia. Obrigada, Maria de Fátima Sousa